domingo, 15 de março de 2009

"O princípio constante"

Estava eu a cortar a barba quando comecei a pensar nestas coisas da vida!!! O mais extraordinário disto, é que nem me cortei. Quantos tipos conhecem vocês que não se cortam enquanto fazem a barba pensando na puta da vida? Pensando melhor, quantos tipos conhecem vocês que se ponham a pensar nos problemas que têem sobre tanta merda enquanto estão a desfaser a barba? Eu sou um cabeça no ar, é verdade, mas estas coisas acontecem-me agora porque estou mortinho por escrever mais umas palavras sobre as dificuldades da vida. Mas mal começo a escrever, bloqueiam-me todas as ideias e questões de que queria escrever e às quais devia estar a prestar mais atenção e não estava, porque por essa altura, já tinha começado a desfaser a barba e a pensar no rabinho "daquela tal"... que era muito mais interessante que a constante lenga-lenga que isto está mau que tudo está morto e ninguem faz nada!!! A recordação do belo cusinho "daquela tal"... conduz-me a uma apaixonante especulação da natureza do nosso pensar de macho latino: que teria acontecido se eu tivesse feito o que o meu instinto me ordenava e lhe tivesse apalpado aquele naco? Isto tudo para dizer que por mais voltas que dermos, quanto mais pensarmos que tudo está mau... temos que pensar positivo, nas coisas boas da vida; que gostava muito de comer "aquela tal"... mas... a comidinha caseira sabe sempre bem e as belas túrtulias com os amigos até altas horas da noite!!! Portanto temos mais é que pensar naquilo que temos e não naquilo que nos falta e que gostariamos de possuir só por uma vaidade efémera e por um status temporário. Pasciência... o que é que podemos fazer??? talvez, fod... Portanto amigº/ª encosta-te a mim!!! (J.B.)
video

Sem comentários: