sexta-feira, 13 de março de 2009

" Deem-me palavras"

Dee-me palavras para o meu ego, pois as que tenho já não bastam... dá-me fôlego para cantar, que a minha vóz está a doer! As tuas palavras dão-me força!!! tua força é a minha coragem; Teu nome é o mais doce, ao teu lado sinto-me grande!!! Deem-me palavras... Digam o meu nome... Digam-me que sou especial; que sou um bom "vivan" o que faço e digo tem valor, que hoje estou bem vestido e penteado, que tenho charme!!! Que sou galanteador e romântico que dou pirôpos quando passas... e que sei de cor todas as palavras que gostas de ouvir...
Que quando passo na rua deixo uma brisa de frescura e juventude que quando converso digo palavras leves, como colibri de ramo em ramo a vida já nos é pesada e não vale a pena calca-la!!! Por isso não me deem palavras que causem dor e me trespassam!!! Por isso digam-me sorrisos e graças; deem-me luz... (J.B.)

1 comentário:

Elayne disse...

Quim,
Parabéns pela postagem das músicas, confesso conhecer pouco das canções de seu Pais, mas fiquei encantada com - Sei de cor -isto é verdadeiramente um poema.
Abraços